Como escrever uma carta de apresentação em sete passos simples

Nos tempos que correm ter apenas um bom CV não chega para chamares a atenção dos recrutadores. A forma como te apresentas e te diriges numa candidatura pode ser uma boa forma de potenciar curiosidade no teu futuro chefe. Para isto é necessário que antes de formalizares a tua candidatura tenhas preparada uma carta de apresentação. Este documento é uma boa oportunidade para dar a conhecer um pouco de ti e da tua personalidade. Não te esqueças que uma carta de apresentação serve sempre como complemento ao envio do CV e, por isso, não deverá conter muitas informações sobre a tua carreira profissional. Apesar de ser considerado um meio datado, esta carta ainda pode ser utilizada como um instrumento de exposição do teu valor. Saiba como deves escrever uma carta de apresentação.

 

1. Seja simples na carta de apresentação

Utiliza vocabulário simples, mas que vá de encontro aos padrões da empresa. Tente ser o mais objetivo possível, sem prolongar muito a carta. É aconselhável que não escrevas mais que quatro parágrafos, de forma a que a carta seja lida de forma rápida.

 

2. Faz uma pesquisa sobre a empresa

De forma a ir de encontro aos padrões da empresa é importante que pesquises um pouco sobre ela. Assim, poderás saber qual é a linguagem mais adequada para preencher a tua carta de apresentação. Se pretendes ocupar uma vaga ligada a uma carreira mais criativa, utiliza a carta de apresentação como forma de dar a conhecer ao recrutador a tua imaginação e criatividade.

 

3. Destaque o teu valor

A carta de apresentação é um meio de dar a conhecer os motivos pelos quais é a pessoa certa para o lugar a que está a candidatar-se. Por isso mesmo, faz um pequeno resumo das tuas principais capacidades e reforçando aquelas que a empresa procura. Não te esqueças de referir sempre a tua experiência, referindo exemplos.

 

4. Transmite dedicação e espírito de iniciativa

Se não sentires qualquer tipo de entusiasmo pelo trabalho a que se está a candidatar, não envie o teu currículo. Descobre as empresas que mais se adequam ao teu perfil e tente saber se existem vagas disponíveis. Se existirem, escreve na carta de apresentação os motivos que o levaram a candidatar-te ao emprego disponível e explica porque o deixaria satisfeito trabalhar naquela empresa. Tenta referir a importância que a empresa tem na tua área de especialidade e seja autêntico naquilo que escreve.

 

5. Personaliza a carta para o cargo a que te candidatas

Não envia a mesma carta para todos os cargos a que se candidata. A linguagem utilizada entre empresas pode variar entre o muito formal e o informal e será um erro fazê-lo uma vez que o recrutador pode não considerar o teu CV. Por isso faz uma pesquisa sobre a empresa antes de escreveres a tua carta de apresentação.

 

6. Coloca os pré-requisitos

É importante referir que tem os pré-requisitos pedidos pela empresa na tua carta de apresentação. Esta é uma boa forma de fazeres com que o recrutador olhe para o teu currículo com mais atenção, conhecendo a tua carreira e a sua experiência profissional.

 

7. Cuidado com os erros ortográficos

Cerca de 46% dos currículos que chegam às empresas contêm erros ortográficos. Por isso mesmo, tenhas atenção ao que escreves e leias várias vezes o que escreveste de forma a que não tenha nenhum erro na tua carta de apresentação ou currículo.

 

 

Como escrever uma carta de apresentação em sete passos simples
Não seguro para
"Clique aqui para mostrar
1k