Grupo inova e pratica hydrospeeding na maior geleira dos Alpes

Se tu nunca ouviste falar, o hydrospeeding é uma modalidade recentente de embarque em geleiras, no nível mais radical possível. O deslize, carregado de adrenalina, é feito através de uma placa rígida de espuma, directamente nas águas que vêm do gelo derretido.

Como todo desporto radical que se preze, existem alguns perigos. Um deles é que o escoamento glacial tem uma corrente forte e eventualmente flui para uma fenda profunda; além disso, há chances de desmoronamento. Isso não impediu que o guia de montanha Claude-Alain Gailland e o especialista em montanhismo Gilles Janin embarcassem na aventura das  suas vidas. Eles percorreram sete quilometros da geleira de Aletsch, considerada Património Mundial da UNESCO, na Suíça.

A actividade ainda não é praticada por muitos e o intuito dos desportistas é expandir o hydrospeeding, mesmo arriscando, para isso, suas próprias vidas. Claro que antes de fazer qualquer percurso da modalidade, é preciso olhar bem o terreno antes onde a pessoa pode fazer aventurar-se, quais são os riscos e se há desafios no meio do caminho.

Dá uma olhada nas fotos e sinta a adrenalina:

Slider

1 de 5
  • Grupo inova e pratica hydrospeeding na maior geleira dos Alpes - image 1
  • Grupo inova e pratica hydrospeeding na maior geleira dos Alpes - image 2
  • Grupo inova e pratica hydrospeeding na maior geleira dos Alpes - image 3
  • Grupo inova e pratica hydrospeeding na maior geleira dos Alpes - image 4
  • Grupo inova e pratica hydrospeeding na maior geleira dos Alpes - image 5
  • Grupo inova e pratica hydrospeeding na maior geleira dos Alpes - image 6
Não seguro para
"Clique aqui para mostrar
514