Publicar com tag "#faculdade"

4

Total Publicar

4 maneiras de encontrares motivação para terminares a faculdade

A formação superior é uma grande conquista. Cada vez mais estudantes moçambicanos vão para as universidades e obtêm diplomas que abrem inúmeras portas no mercado de trabalho. Conquistar esta vitória, no entanto, também é um desafio de dedicação e esforço diários. Se tu estas desanimado, sem motivação para ir para a faculdade ou nem sabes se vais fazer um curso superior, não desista!

Slider

1. TERMINAR O QUE COMEÇOU: Tu podes estar na faculdade por diversos motivos: vontade dos pais, oportunidade no trabalho ou simplesmente por que achas que este é o passo óbvio a ser dado depois do ensino médio. Independentemente da razão, tu estas na universidade, já iniciou o teu curso. Esta é a etapa básica, primordial, para conseguires terminar. Mesmo que suas razões não sejam muito claras, começar o que terminou já é uma justificativa suficiente para te esforçares mais.

2. DIVERSIDADE DE ATUAÇÃO: O ensino superior abre as portas para oportunidades inesperadas de fazer aquilo que tu realmente gostas. Ele dá liberdade suficiente para que tu escolhas, dentro da mesma profissão, diversos campos diferentes de atuação. Com um único diploma tu tens a chance de fazer diferentes coisas e se sentir realizado em cada uma delas.

3. FAZER O QUE REALMENTE AMA: A escolha do curso é o passo inicial para fazeres aquilo que tu realmente amas. A partir de tuas preferências, desejos, objectivos e inclinações naturais, tu escolhes a profissão que mais se encaixa com o teu perfil. A graduação é, portanto, a formalização desse sonho.

4. REPRESENTA UMA ENORME CAMINHADA: Um diploma é muito mais do que um pedaço de papel. Ele representa anos de esforço nos estudos, desde os primeiros anos de alfabetização, de lágrimas, falhas, suor e trabalho árduo. Não foste apenas tu que lutaste por esta conquista, mas também os teus pais ou responsáveis, que estiveram ao teu lado para possibilitar esta vitória.

1 de 5
  • 4 maneiras de encontrares  motivação para terminares a faculdade - image 1
  • 4 maneiras de encontrares  motivação para terminares a faculdade - image 2
  • 4 maneiras de encontrares  motivação para terminares a faculdade - image 3
  • 4 maneiras de encontrares  motivação para terminares a faculdade - image 4
Não seguro para
"Clique aqui para mostrar
1k

Quatro hábitos que deves começar na faculdade.

Para a maior parte das pessoas, a ida para universidade é o primeiro passo para a vida adulta. Normalmente, os jovens saem das escolas secundárias diretamente para as faculdades e, para muitos, isto significa sair de casa dos pais, mudar de cidade, começar a ganhar algum dinheiro e a gerir algumas responsabilidades. Esta é por isso uma das melhores alturas para os jovens começarem a desenvolver alguns hábitos positivos de gestão financeira, que os podem acompanhar por toda a vida.

 

1. Fazer um orçamento

Saber quanto dinheiro entra por mês na conta bancária e quanto é que gasta é o primeiro passo para ter umas finanças pessoais saudáveis. A ida para a universidade é a altura ideal para começar este hábito, mesmo que sejam os pais a pagar a universidade. É bom aprender a fazer um orçamento e a mantê-lo. Esta ferramenta é útil para seguir o rasto as despesas, aos rendimentos e para perceber onde é que gasta dinheiro desnecessariamente.

 

2. Aprender a poupar

Quer seja para comprar um item desejado, para fazer uma viagem de férias, para pagar as propinas ou apenas para ter um fundo de emergência, o importante é conseguir colocar uma quantia de lado para satisfazer algumas vontades ou para se sentir mais seguro financeiramente. Quanto mais cedo começar a poupar melhor, mesmo que sejam apenas 10 euros por mês. Para saber quanto tem de poupar, defina metas de poupança específicas: calcule a quantia que precisa de poupar todos os meses para alcançar esse objetivo. É importante que o dinheiro poupado esteja sempre disponível. O ideal é recorrer a contas poupança, que permitem amealhar, enquanto pagam juros – mesmo que sejam residuais.

 

3. Gastar com inteligência

Ter o ‘smartphone’ mais recente do mercado ou os ténis da marca da moda não é fundamental nesta fase da vida. Estes gastos podem ficar para quando já trabalhar e ganhar o suficiente para poder comprar satisfazer estas vontades. Nesta fase, em que o dinheiro é, por regra, contado até ao último tostão, é importante que estabeleça limites aos gastos. Defina quanto é que pode gastar nas várias categorias, como por exemplo: casa, alimentação, telecomunicações e diversão, e mantenha esse limite. Ao implementar esta regra, está a formar bons hábitos de gastos e a aprender a definir em que é que vale mais a pena gastar dinheiro.

 

4. Obter rendimentos extra

Quer seja um trabalho em ‘part-time’, durante as férias ou um evento pontual, é importante que comece a obter alguns rendimentos, mesmo que os pais sustentem o pagamento da universidade e respetivo material. Para além de conseguir ganhar algum dinheiro é uma vantagem na hora de procurar emprego, quando terminar o curso. Tenha, no entanto, em atenção que o trabalho não deve interferir com a obtenção de boas notas, o que significa que terá de gerir bem o tempo.

 

 

Quatro hábitos que deves começar na faculdade.
Não seguro para
"Clique aqui para mostrar
3k

3 maneiras simples de economizares dinheiro na faculdade

Além das propinas que nem sempre são acessíveis, são muitos os gastos na faculdade. Terás que repor o teu material, comprar livros, procurar novos eletrônicos para te auxiliar na vida acadêmica e ainda terás que lidar com os gastos de lazer. É de enlouquecer. Felizmente, existem algumas dicas que podem te auxiliar neste quesito. Confere 3 dicas simples para economizares dinheiro na faculdade:

Slider

1. USA A BIBLIOTECA: No lugar de comprar os livros requisitados pelos teus professores, que tal utilizares a biblioteca? A maioria das faculdades conta com bibliotecas com vários livros de cursos diferentes, e os professores costumam pedir obras cuja biblioteca oferece mais de um exemplar.

2. ENCONTRA OS PRODUTOS MAIS BARATOS E COMPRA EM QUANTIDADE: Se fores comprar uma caneta a cada vez que a tua acabar ou perderes, as chances de gastares dinheiro são maiores. Afinal, a urgência vai impedir que faças uma pesquisa de quais são os produtos mais baratos. Uma boa ideia é pesquisares os preços dos materiais durante as férias e, ao encontrares os produtos mais em conta, comprar em quantidade para poder durar o ano lectivo inteiro.

3. DA AULAS PARTICULARES: Esta é uma forma de ganhares dinheiro e não economizares, mas pensa: uma renda extra sempre será bem vinda. Aproveita as disciplinas nas quais entendes melhor e da aulas particulares para os teus colegas. O dinheiro adquirido pode ser utilizado tanto para os gastos acadêmicos, como para o teu lazer.

1 de 5
  • 3 maneiras simples de economizares dinheiro na faculdade - image 1
  • 3 maneiras simples de economizares dinheiro na faculdade - image 2
  • 3 maneiras simples de economizares dinheiro na faculdade - image 3
Não seguro para
"Clique aqui para mostrar
2k

5 motivos para trabalhares durante a faculdade.

A quantidade de coisas que um curso universitário exige pode ser desgastante. Com isto, o estudante passa a pensar duas vezes antes de descobrir se realmente quer um emprego enquanto estuda. É claro que a tua vida será muito mais simples se puderes te dedicares integralmente aos estudos, mas optar por isto também pode trazer prejuízos. Se estás a pensar em procurar emprego apenas depois da graduação, confere 5 motivos pelos quais deves trabalhar durante a faculdade.

 

1. AJUDA FINANCEIRA

Estar na faculdade é caro. Tens que pagar as mensalidades, o material, o transporte, a alimentação e uma infinidade de outros gastos. Por isto, trabalhar algumas horas por semana pode ajudar-te nas despesas. Talvez não consigas garantir toda o salário necessário, mas já poderás oferecer alguma ajuda aos teus pais.

 

2. CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO

Embora a tua graduação possa oferecer uma série de habilidades importantes, tanto técnicas quanto pessoais, existe outra coisa que o empregador quer ver no teu currículo: experiência profissional. Certas habilidades só podem ser desenvolvidas dentro do ambiente de trabalho; é por isso que o mercado valoriza tanto a experiência. Encontre trabalhos ou estágios e desenvolve todos esses talentos paralelamente. Desta maneira terás um currículo muito mais completo.

 

3. CONTACTOS PROFISSIONAIS

O contacto com outros profissionais funciona da mesma maneira que a experiência: só podes ser conquistado dentro do ambiente de trabalho. Os teus colegas de trabalho até podem ser futuros contactos, mas eles estão no mesmo nível que o teu. O interessante neste caso é manter contacto com profissionais mais experientes, que possam servir como referência para o teu trabalho. Além disso, também podes precisar de indicações futuramente. O teu network vai ser fundamental nestes momentos.

 

4. CÍRCULO SOCIAL

Embora seja necessário separar as relações profissionais e pessoais, os teus colegas de trabalho também podem ser teus amigos. Passarás um longo tempo com eles e vais acabar por descobrir pontos em comum. No entanto, é fundamental que não deixes o relacionamento interferir no rendimento do teu trabalho.

 

5. ESTABELECIMENTO DE PRIORIDADES

Quando se está na universidade, tudo importa. Não existe uma matéria que valha mais que a outra, não existe um trabalho que possa ser deixado de lado. Isso é positivo, mas não se aplica no ambiente corporativo. Embora tenhas demandas e tarefas de importância igual, precisarás priorizar e decidir qual delas deve ser realizada primeiro. Sabendo fazer isto no ambiente de trabalho, podes transferir o comportamento para a vida em geral e usá-lo sempre a teu favor.

 

5 motivos para trabalhares durante a faculdade.
Não seguro para
"Clique aqui para mostrar
1k